Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Chevy Bel Air 1951 é sucesso em casamentos na cidade de Curitiba (PR). Modelo coupé restaurado de empresário local leva noivas para o altar há quase 20 anos

Texto: Vitor Giglio     Fotos: Ricardo Kruppa

Trabalhar com aquilo que se ama é um sonho compartilhado por praticamente todas as pessoas. A proporção daquelas que conseguem fazer isto, entretanto, não é a mesma. Há em Curitiba (PR), porém, um aficionado por veículos antigos que foi capaz de transformar a paixão de infância em seu ganha-pão. O nome dele é Eidson Roberto Siqueira Cortes. Hoje, aos 45 anos, o empresário é proprietário de uma empresa que aluga carros antigos para eventos festivos como casamentos, festas de debutantes e bodas.

A empresa do aficionado, a Eidson Cortes Clássicos de Luxo, conta em sua frota com um Mustang Fastback 68, um Chevrolet Coupé 41, um Chevrolet 55 e este Chevrolet Coupé Bel Air 1951. O que eles têm em comum? Todos eles já se transformaram em reportagens aqui nas páginas de Hot Rods nos últimos anos.

No entanto, a bola da vez, este Chevrolet Bel Air 1951 é especial. O motivo? O próprio Eidson conta. “Ele é o preferido das noivas aqui da cidade. Além disso, é um veículo que aprecio muito desde pequeno”, revela.

Quando faz referência ao passado, Eidson volta ao período da infância no qual andava a bordo do Opala 1974 do pai, veículo que abriu os olhos do jovem para o universo dos carros antigos. “Além do Opala do meu pai, outro carro que me marcou bastante foi o meu primeiro veículo próprio, um Gordini que tive aos 16 anos”, lembra nostálgico.

18 ANOS DE UNIÃO

O Bel Air entrou na vida de Eidson há exatos 18 anos. Desde o início a ideia do empresário era utilizar o veículo em sua empresa de locação. “Esse carro pertencia a Isidoro Janinski, que foi inclusive o profissional que fez todo o projeto de restauração em sua oficina. Posteriormente ele vendeu este carro para o primo da minha esposa. E este, sabendo de minhas predileções, me chamou para conferir o que acabara de comprar. Não deu outra”, lembra.

O veículo exibe um impecável serviço de restauração, com toda a parte externa mantida original. Além disso, na parte interna, apenas os bancos foram substituídos por modelos individuais, para facilitar o acesso dos clientes ao assento traseiro. “Mesmo assim, ainda tenho o banco original, então quando quero passear ou viajar com o carro basta trocar os assentos rapidamente”, lembra Eidson.

CONFORTO E CONFIABILIDADE

Imagine uma noiva, no dia mais importante de sua vida, a caminho da igreja, com todos os presentes e o noivo a guardando ansiosamente, quando o carro que a transporta quebra. Além do pânico momentâneo, provavelmente, essa noiva nunca iria indicar os serviços da empresa que prestou o serviço de locação para ninguém.

Foi pensando em evitar cenas como esta que Eidson realizou as únicas modificações que fogem ao original do modelo 51. “As modificações que foram feitas foram pensando única e exclusivamente no conforto, na segurança e na confiabilidade do carro”, frisa.

O motor original do Bel Air, um 215 3.5L, foi substituído por um exemplar 4.100, seis cilindros, do Opala. Já a transmissão manual de três velocidades deu lugar a caixa e diferencial da C20, com câmbio de quatro velocidades. Direção e embreagem hidráulicas também foram utilizadas na nova configuração. “O carro é extremamente confortável, macio e, principalmente, silencioso. Chega a surpreender”, garante o proprietário.

O carro é tão confiável e seguro que Eidson o utiliza até mesmo para grandes deslocamentos. “Hoje em dia é complicado utilizá-lo no dia-a-dia em função do trânsito caótico da cidade de Curitiba, mas eu eventualmente uso o Bel Air para viajar, por exemplo. Ele já foi e voltou de Florianópolis, sem o menor problema. Ele nunca precisa de cegonha. Todos os lugares para onde precisa ir ele vai rodando”, garante.

BEL AIR ARRASANDO CORAÇÕES

Os traços originais restaurados do Bel Air 51 não têm conquistado apenas os corações das noivas curitibanas. Dentro da casa de Eidson o veterano também desperta paixões. “Tenho dois filhos pequenos, Henrique, de 12 anos, e Letícia, de 11. Eles também são loucos pelo carro e sempre me pedem para dar uma volta nele”, conta com orgulho o papai da dupla.

Para finalizar, Eidson faz questão de agradecer a outros profissionais, que são responsáveis por esta eficaz manutenção do veículo. “O André Luis Sabino é quem coloca a mecânica dele em dia e o Éder, da Art Freios, cuida da manutenção dos discos e do freio em geral. O restante eu mesmo cuido, com o maior prazer”, afirma.

Problema para Eidson será quando quiserem alugar o carro não apenas para o transporte para a cerimônia de casamento, mas também para a lua-de-mel. Será?

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA