Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Empresário de Pinhais (PR) cria verdadeiro car show com Chevrolet Fleetline, que agora é presença requisitada nos casamentos dos amigos

Texto: Flávio Faria
Fotos: Ricardo Kruppa

Chevrolet Fleetline

Um dos mais belos modelos já fabricados pela Chevrolet, o Fleetline foi um sedã produzido entre os anos 40 e 50, que até hoje tem muitos fãs, por conta das suas linhas inconfundíveis. Ao longo dos anos, este tipo de modelo também se tornou base para lindos projetos de hots, a exemplo deste que encontramos no sul do Brasil. Apaixonado por hots e procurando um modelo quatro portas, o empresário Orlando Franca, 38, de Pinhais (PR), acabou cruzando o caminho deste Chevrolet Fleetline 1951 dois anos e meio atrás.

“Um amigo do clube de carros antigos tinha adquirido um novo carro e colocado este à venda. Ele me fez uma proposta interessante e fechamos negócio. O carro já tinha um visual mais voltado para hot e, após pesquisar na internet, vi que dava para fazer diversas modificações e que ficaria muito bacana. A partir daí comecei o projeto, que durou um ano e dois meses”, conta.

Liso e fluido

Visualmente, o sedã guarda pouco da aparência original, mas, apesar de extravagante, está agradável ao olhar. “Procurei fazer as modificações para que ficassem harmoniosas”, afirma o proprietário. Dos detalhes externos que saíram da concessionária, foi mantido apenas um friso sob os vidros. No restante, todos os cromados e emblemas foram retirados. Até as maçanetas saíram de cena, para deixar as linhas do carro ainda mais evidentes. O teto foi rebaixado, mas em uma proporção em que ficou natural ao modelo. A grade dianteira também foi modificada para dar um ar legítimo de hot rod. A pintura na cor laranja é da PPG. Os faróis, quem diria, foram adaptadas de um Fusca.

Na traseira, as lanternas são originais. As rodas são de 15”, originais em aço, com sobrearos cromados e pneus Pirelli com faixas brancas, de medidas não informadas pelo proprietário. As rodas traseiras andam encobertas pelas tampas dos para-lamas, bem ao estilo custom. Ao contrário do exterior, inteiramente customizado, a parte interna segue uma cartilha um pouco mais conservadora, com banco inteiriço, volante estilo banjo e painel revestido em couro bege. A instrumentação foi mantida original, apenas passou por revisão para funcionar perfeitamente. Visual antigo à parte, o carro conta com opcionais modernos, como travas elétricas, ar-condicionado e som de última geração.

Combinação perfeita

Dentro do cofre, com o capô rebaixado, está um propulsor de 350 polegadas cúbicas da Chevrolet. Segundo o proprietário, a escolha foi natural. “É um ótimo motor Chevrolet, em um Chevy: uma combinação perfeita”, comentou. Original em Camaros e Corvettes, este propulsor tem 5.7l de deslocamento volumétrico e gera até 300cv originalmente. A alimentação é garantida por um carburador Edelbrock de alta vazão. Também houve mudanças estéticas. As tampas de válvulas agora são cromadas, com o nome do carro gravado.

O câmbio é automático, de três marchas, modelo TH 350, que oferece uma boa transmissão de todo o torque e potência do V8. A suspensão, que chegou original à garagem de Orlando, foi totalmente modificada. Agora, o sistema utiliza bolsas de ar, duas na dianteira e quatro na traseira, com válvulas independentes para cada bolsa. Desta maneira, o conjunto fica muito melhor para se dirigir e bem mais estável do que antes. O sistema de freios também ganhou um importante upgrade, com assistência de disco nas quatro rodas, utilizando pinças do VW Golf.

Apesar de não utilizar o carro todos os dias, sempre que possível o Chevy sai para uns passeios com as noivas de Orlando. Explicamos: não são noivas dele, mas as que ele leva aos casamentos. Desde que o carro ficou pronto, o empresário agora é o primeiro convidado para qualquer casamento do seu círculo de conhecidos. “Gosto muito de modelos antigos de quatro portas, mas depois que restaurei comecei a ter muito trabalho.

Meus amigos que vão se casar sempre pedem para eu levar a noiva, nunca fui tão convidado para casamentos”, brinca. Depois do Chevy, já está nos planos do empresário mais um clássico americano, desta vez da Ford. “Já estou com o projeto para um Fordinho 1928 conversível”, comenta.  Aguardamos pelo resultado.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA