Ford Coupé 1941: Clássico moderno?

288
Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Com carroceria cupê, automóvel da década de 1940 esconde um V8 que anima os passeios; além de estiloso é confortável, mesmo rebaixado

Texto: Bruno Bocchini
Fotos: Ricardo Kruppa

Ford Coupé 1941

Marcelo Coronado Bomfogo, empresário de São Paulo, é aficionado por modelos Dodge, mas recentemente abriu espaço em sua garagem para um clássico que em nada lembra o ímpeto – sobretudo estético – dos Charger e Dart: trata-se do Ford Coupé 1941. “Esse modelo surgiu diante de uma oportunidade. Fiz uma troca, dei um Oldsmobile e peguei esse cupê”, conta.

Ford Coupé 1941

O entusiasta decidiu não realizar grandes modificações no modelo, exceto por rebaixá-lo e substituir as rodas por clássicas cromadas com contorno vermelho. A parte mecânica também não sofreu alterações: conta com o bloco V8 302, câmbio três marchas e freios a disco. O chassi é adaptado do modelo Landau.

Para um carro que circulava no período da Segunda Guerra Mundial, o Coupé da Ford foi protagonista. Era um automóvel ágil e ao mesmo tempo oferecia conforto – seja pela condução prazerosa ou pela ergonomia que o assento exibia. O estilo já era moderno para a época, com um corpo largo que quase cobria os estribos. Os para-lamas dianteiros e traseiros também eram mais integrados à carroceria do que na versão de 1940. Essa dinâmica foi mantida por Marcelo em seu exemplar.

O interior do cupê revela originalidade desde os bancos, passando pelo painel e o pequeno relógio analógico. Mas o volante não é vazado ao centro, como no modelo de origem. “Como o cupê já chegou para mim inteiro, não precisava fazer nada. Então também quis deixar por dentro seguindo a mesma linha da década de 40. É um estilo muito bonito”, define Marcelo.

Ford Coupé 1941

Xodó dos entusiastas

Naturalmente, o 1941 era um carro maior com um comprimento total de 4,935 m. Diversos estilos de carroceria foram fabricados – duas portas e quatro portas sedã, cupê sedã, cupê de negócios e cupê conversível, sedã wagon de entrega e station wagon woody. Por outro lado, boa parte dos entusiastas garante que a versão que mais atrai olhares é, de fato, a cupê. “Particularmente acho esse modelo muito atraente, sem contar o conforto que proporciona. As linhas também são bem modernas. É um carro bacana para passear aos finais de semana”, comenta o proprietário.

Apesar de carregar a simbologia norte-americana, alguns exemplares do Ford 41 também foram produzidos na Austrália, principalmente versões cupê com mecânica V8. Mas, para Marcelo, não importa se o clássico foi feito em solo americano, o desenho e a força do motor falam mais alto (como em seus modelos Dodge). Para um bom entusiasta o importante é a diversão.

Ficha técnica

Ford Coupé 1941

Mecânica

Bloco V8 302, câmbio três marchas, chassi de Landau, freios a disco

Interior

Original com volante artesanal e relógio analógico

Exterior

Pintura em preto e rodas com detalhes cromados e vermelho

*Matéria publicada na edição #137 da revista Hot Rods.

VEJA TAMBÉM: Não perca: dupla de Fords Coupé 1940.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA