Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Quem é que disse que modelos four doors customizados não ficam tão atraentes? Ford Mercury 1949 se põe a prova!

Texto: Vitor Giglio
Fotos: Ricardo Kruppa

Ford Mercury 1949

Não são poucos os rodders que fogem da customização de modelos quatro portas. Não quando se trata apenas de uma restauração, mas principalmente nos casos em que o intuito da customização é conseguir uma versão que prima pelo estilo e pelo charme. Isso porque, em muitos casos, veículos quatro portas não oferecem tanta liberdade criativa no que diz respeito à remodelagem de seu exterior. O californiano Troy Martin, porém, não fugiu da raia. Afinal, não foi isso o que ele aprendeu com o rodder que mais o influenciou em toda a sua vida: seu pai. “Quando eu era criança, meu pai construía e consertava hot rods. Nesta mesma época, ele construiu um buggy para mim. Já aficionado por carros, eu costumava desenhar modelos modificados. Quando cresci, e já tinha idade suficiente para dirigir, comecei a customizar meus próprios carros, até porque não tinha dinheiro para pagar alguém para fazer isso por mim”, relembra. Mas por pouco o prodígio não acaba em outras bandas.

“Depois que terminei a escola me especializei na construção de barcos, mas continuei customizando veículos como um hobby, não só os meus como os dos meus amigos também”, revela o curioso momento que vivenciou. “Foi então que passou a existir um reconhecimento por minhas customizações, já que inúmeras vezes ouvia pessoas perguntando. ‘Quem fez esse carro? E aquele?’”, revela. E garante: a resposta era sempre a mesma, eu fiz! Troy conta que, a partir daí, muitas pessoas passaram a sugerir que ele passasse a customizar carros de forma profissional. “Coincidentemente, na mesma época, conheci uma loja que estava à venda, e com a ajuda da minha família pude comprá-la. Aquela loja tinha uma má reputação, então mudei o nome e comecei do zero. Faço isso há 10 anos e amo acordar todos os dias para realizar o meu trabalho”, finaliza em estado de graça.

O desafio do Mercury 49

O Mercury quatro portas 1949 é propriedade do californiano Ralph Casillas. “Ele me procurou com a intenção de rebaixar o teto. Disse que sonhava com um veículo assim desde os seus 9 anos de idade”, revela. Ainda de acordo com Troy, Ralph encontrou o veículo a muitos quilômetros de onde residem, na outra extremidade do estado da Califórnia, mas, mesmo assim, apenas três semanas depois de adquirido, o veículo já estava em sua loja. “Ele também me mostrou diversas fotos de Mercury’s customizados e explicou o que gostava e o que não gostava neles. Minha tarefa foi entender o que ele queria e transformar em realidade”, simplifica o rodder.

Indiscutivelmente belo!

O novo look do Ford se destaca inicialmente pelo teto rebaixado, sendo que as colunas A e B diminuíram 4” e a coluna C 4.5”. A parte traseira ainda foi redesenhada no melhor estilo fastback e, por este motivo, as portas traseiras também foram modificadas para acompanhar as novas linhas. Maçanetas e frisos laterais foram eliminados, enquanto a tampa de combustível, que ficava na lateral traseira, na parte superior, foi removida e acomodada dentro do porta-malas. Os faróis originais foram mantidos, enquanto os piscas dianteiros foram dispensados e as lanternas traseiras substituídas por modelos extraídos do Lincoln 1939 modelo Zephyr. Grades e para-choques originais permanecem no projeto, que também utiliza duas caça-mulatas da época. Para finalizar o exterior, a saia lateral de lata das rodas traseiras foi mantida e os quebra-ventos deixaram o projeto em prol de vidros inteiriços na dianteira. Todas as travas funcionam a partir do acionamento por meio de controle remoto. É claro que não esquecemos! Todo o exterior foi banhado na coloração Candy Apple Red, da House of Kolor e o veículo roda com pneus de faixa branca.

Small block

A saúde do Mercury deve muito ao propulsor 350 small block com cabeçote de alumínio adotado, com coletor também em alumínio. O cano de admissão do sistema possui 2.5” com abafadores Smitty e flame throwers. Alternador de 140 A, suspensão fatman na dianteira, com amortecedores com 4bar de pressão, e com bolsas Air Lift na traseira, além do diferencial da Chevy completam as sutis modificações voltadas para a performance.

Bronzeado

Quem dá o tom no interior é o novo revestimento, aplicado pela Ideal Upholstery, que tem como base couro na tonalidade bronze com camurça.Além de revestir os quatro novos assentos independentes, quem também recebeu nova forração foi o centro do console, personalizado para acompanhar o formato dos assentos. O painel original foi mantido de maneira que apenas os instrumentos tenham sido substituídos por versões disponíveis no aftermarket. Fotografado pela equipe de Hot Rods na edição de 2010 do SEMA-Show, em Las Vegas, a obra prima de Troy fez sucesso por todos os lugares pelos quais passou. “Ficamos muito felizes com o reconhecimento e o interesse de uma revista brasileira”, admite o rodder. O desafio está lançado: deixe um hot rods quatro portas personalizado com a sua cara, e belo como este Mercury 1949. O nosso interesse é garantido!

VEJA TAMBÉM: Ford Business Coupé 1951: PHARAOH.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA