Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Saiba avaliar um carro construído a partir de uma carroceria feita com fibra de vidro

Texto: Manoel G. M. Bandeira
Fotos: Ricardo Kruppa

Quanto vale seu hot rod? Na primeira parte deste artigo, vimos que existe uma variação muito grande nos preços dos hots no Brasil. Isso é normal e até natural, pois estamos falando de carros construídos artesanalmente e, infelizmente, não existe uma fórmula para calcular o valor de uma obra de arte. O que acontece, muitas vezes, é que pessoas pouco entendidas, ou mesmo que têm apenas a intenção de lucrar financeiramente, acabam colocando valores absurdos em carros que não têm a mínima qualidade.

Hot-110_web-171

Vamos tentar mostrar alguns números que podem nos ajudar a entender o valor aproximado dos projetos de um modo geral.  As carrocerias de chapa de aço originais de fábrica ficam mais raras a cada dia. Os carros de chapa que ainda encontramos, na maioria das vezes, são aqueles que já foram descartados anteriormente por colecionadores ou outros rodders, e geralmente estão em péssimo estado. Por isso mesmo, vamos começar falando sobre os carros de fibra de vidro e, nestes casos, fica mais fácil definir valores iniciais.

Melhor opção

A fibra de vidro se apresenta como a opção que irá construir o futuro dos hots no Brasil. A grande vantagem da fibra é que, com ela, podemos reproduzir praticamente qualquer carro, desde que se tenha um modelo, é claro. Felizmente temos muitas pessoas engajadas na fabricação de carrocerias de fibra de vidro, e mais uma legião de aficionados produzindo chassis e adaptando mecânicas, completando assim a construção de verdadeiras obras de arte. O custo de uma carroceria de fibra pode variar de R$ 7 mil a R$ 25 mil. Estes valores dependem diretamente do estágio em que a carroceria é oferecida. A fibra de vidro não deve ser muito espessa, pois, se assim for, ela tende a empenar facilmente. A espessura correta talvez seja o grande desafio para quem começa a produção de réplicas em fibra. Uma carroceria com a espessura correta necessita de reforços metálicos, geralmente uma gaiola construída com tubos ou cantoneiras de aço, que podem ser fixados na fibra de duas formas, ou por colagem direta, em que o aço fica dentro da fibra, ou por fixação com parafusos, ou colas especiais.

Hot-110_web-175

Neste caso a parte de aço da carroceria fica à mostra. Você deve tomar cuidado com carrocerias em que as chapas de aço estão embutidas na fibra. Se o serviço não for bem executado, quando o carro for pintado, ele irá “mapear” o reforço de aço. Uma carroceria que já venha com as portas montadas, com fechaduras e dobradiças no lugar e funcionando, capôs dianteiro e traseiro também já montados no corpo do carro e grade no lugar, certamente tem mais valor do que uma carroceria em que o comprador terá que fazer tudo isso. Vale ressaltar aqui que, em um carro de fibra de vidro de qualidade, nada deve ser fixado na fibra diretamente, pois a fibra, quando exposta à fricção, tende a esfarelar.

Então, se prendermos as dobradiças das portas, por exemplo, diretamente na fibra, com o tempo os parafusos irão se soltar porque o desgaste será inevitável. Outro detalhe que valoriza muito a matéria-prima inicial do seu hot é o fato de a carroceria já ser ofertada com chassi, e também já vir afixada nele. Podemos considerar que o preço de uma carroceria que já venha de fábrica acompanhada de chassi e devidamente afixada sobre ele, com portas e capôs montados, com fechaduras, grade no lugar, inserto da grade também no lugar (sendo uma fibra de qualidade excelente onde o trabalho do pintor seja apenas o de preparar o carro para pintura, sem que sejam necessários grandes ajustes), deve girar em torno de R$ 25 mil a R$ 30 mil, dependendo sempre da qualidade da fibra e de todos os seus componentes. Já uma carroceria vendida apenas com a fibra completa, com portas e para-lamas, capôs dianteiro e traseiro, ou caçamba, no caso das picapes, grade sem inserto (o kit não vem com o chassi, e nem com nenhuma ferragem montada), deve ter o preço entre R$ 5 mil e R$ 7 mil. Há também no mercado carrocerias de T-Buckets, que não têm portas, capôs, porta-malas etc. Nestes casos os preços ficam por volta de R$ 1,5 mil a R$ 2,5 mil.

Meio termo

Hot-110_web-176

É claro que, entre os kits da primeira opção, que já vêm praticamente montados, e os kits da segunda opção, compostos apenas da fibra, existe uma grande variedade de ofertas possíveis. Nossos fabricantes de kits, infelizmente, não investem muito na fabricação de projetos em que tudo já é entregue montado e funcionando. Eles não fazem isso basicamente por dois motivos: o primeiro é o grande envolvimento de mão-de-obra para montar um carro. O segundo é o alto valor agregado no projeto, o que pode dificultar a venda.

Preços dos chassis

Da mesma forma que os kits de carrocerias de fibra de vidro têm preço variável, os fabricantes de chassi também oferecem seus produtos em vários estágios de construção e, consequentemente, com preços diversos. O chassi mais fabricado é, sem dúvida, o do Ford modelo “A”, devido à facilidade de fabricação e também ao grande número de fabricantes de kits em fibra dos carros da Ford fabricados entre 1928 e 1931. Para este chassi você irá encontrar basicamente as combinações e preços abaixo: Apenas as longarinas (barras laterais): R$ 1 mil. Chassi armado, porém apenas com a travessa dianteira e a travessa traseira: R$ 1,5 mil. Chassi montado com suspensão dianteira e traseira fixadas no lugar (geralmente suspensão de Opala): R$ 3 mil. Chassi com suspensão dianteira e traseira, e também com adaptação de motor, caixa e diferencial: R$ 5 mil a R$ 8 mil. Chassi com mecânica completa e carroceria já colocada: de R$ 8 mil a R$ 10 mil. Novamente vamos reforçar o que dissemos no começo do artigo: estes preços foram cotados no mercado e estão sendo apresentados como preços médios. Existe uma variação muito grande tanto na qualidade dos serviços, como nas opções das peças utilizadas. Um chassi montado com eixo rígido rebaixado, feixes de molas transversais, ou suspensão com braço “A” (similar à do Mustang II), que tenha peças cromadas e produzidas especialmente para seu projeto, pode chegar facilmente a mais de R$ 20 mil. Tudo isso deve ser considerado na hora de definir o preço do seu carro. A adaptação de um motor 4 cilindros também é bem menos trabalhosa do que a de um V8. Câmbio automático é mais fácil de adaptar do que câmbio mecânico, e assim por diante.

Hot-110_web-178

Ajuda profissional

Se você não tem conhecimento suficiente para construir um hot rod, procure ajuda de quem conhece e tem experiência. Mas, se não quer correr riscos, você ainda pode optar por contratar os serviços das oficinas especializadas. Elas geralmente são dirigidas por apaixonados por hot rods. Eles terão o maior prazer em projetar e construir um carro que seja “o seu número”. Lembre-se que isto também tem um custo, mas a garantia de retorno do seu investimento geralmente vale a pena. Hot rods são verdadeiras obras de arte, alguns têm muito valor, outros nem tanto, tudo depende da criatividade, do bom gosto, do capricho e também do valor que foi investido no projeto. Vale ressaltar que saber investir é muito importante. Não adianta comprar tudo do bom e do melhor, pagar uma fortuna nas peças se elas forem as peças erradas. Nas próximas edições falaremos sobre os custos da parte mecânica, com suas várias opções, tapeçaria, pintura, adaptação, modelos de carros originais em chapa de aço etc. Lembrando sempre que esta é a nossa maneira de ver as coisas, e que um carro vale o que pagam por ele. Então, quanto vale o seu hot rod?

Hot-110_web-180

 

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA