Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Após colisão com caminhão, picape Willys 1941 renasce ainda mais exclusiva e diferenciada

Texto: Vitor Giglio
Fotos: Ricardo Kruppa

Willys 1941

Só quem é apaixonado por automóveis sabe descrever a péssima sensação que se tem ao olhar para um veículo destruído ou danificado. Além de obviamente surgirem questões a respeito do eventual estado de saúde do condutor, fica também na mente aquele gostinho amargo de que aqueles ferros retorcidos e estrutura disforme, um dia, já foram partes de um carro.

Quando estamos falando de um veículo raro, então, a sensação é ainda pior. É como se uma parte viva da história simplesmente deixasse de existir.

A picape Willys 1941 que ilustra esta reportagem não passou por um acidente assim tão devastador, mas foi o suficiente para que ficasse um bom tempo encostada, antes de ressurgir das cinzas e ganhar nova vida.

Os jovens proprietários, João Paulo e Fabiano (que preferem manter a identidade em sigilo), do Rio de Janeiro, deixaram o raro modelo parado na garagem após a cabine do Willys ser atingida por um caminhão, que manobrava quando abalroou o veículo.

Quando surgiu a ideia de remontá-lo e reformá-lo, eles imediatamente trataram de levar o carro para São Paulo, mais especificamente para a oficina especializada Hot & Customs, onde ele ganharia vida por meio do trabalho de Norberto Jensen e sua equipe.

Willys 1941
Willys 1941

Vida nova…

“Inicialmente nós tratamos de substituir a cabine. Para tal, elaboramos uma estrutura metálica de reforço, juntamente com kits de abertura das portas no estilo suicide door”, explica Norberto.

O chassi foi totalmente revisado e igualmente reforçado. A suspensão adotada é independente na dianteira e four link na traseira.

O conjunto mecânico dispõe ainda de freio a disco nas quatro rodas, além de kit de suspensão a ar, importado. O tanque de combustível também foi refeito, agora em inox.

Quem impulsiona a picape é um motor GM Vortec V6 injetado, com gerenciamento da Fuetl Tech. O conjunto foi totalmente refeito, com diversos itens e acessórios oriundos dos Estados Unidos. O câmbio utilizado é automático, modelo TH 350 e o seu diferencial é assinado pela Dana.

Willys 1941
Willys 1941

… e cara nova!

A nova pintura do Willys foi idealizada em dois tons e foram feitos outros upgrades na parte externa, tais como novos kits de vidros elétricos, travas elétricas e alarme. As rodas são de 22” com tala 11” na traseira. “Esses modelos aferiram um visual bem mais agressivo”, opina Norberto.

Dentro da picape, a tapeçaria foi toda feita em couro, com um novo console para abrigar o manche do câmbio e os controles do sistema de ar condicionado e da suspensão a ar.

Para Norberto, a configuração final deste Willys destaca-se por mais de um atributo. “Acredito que o grande diferencial deste projeto seja o layout (modelos, cores, roda e acabamentos) do conjunto. Nós transformamos um modelo que já era raro em um modelo exclusivo. Um hot rod deve ter a personalidade de seu proprietário, e neste caso não podemos negar que o visual liso e limpo ressaltou a beleza característica do próprio Willys”.

O veículo foi finalizado há pouco tempo e por isso ainda encontra-se na oficina de Norberto, mas muito breve estará desfilando seus novos atributos na orla de praias como Copacabana e Ipanema, onde seu charme ganha a companhia de um cenário de belezas naturais indescritíveis: combinação perfeita!

FICHA TÉCNICA

Willys picape 1941

Parte externa

Rodas de 22” com tala 11”

Kit de vidro elétrico

Travas elétricas

Alarme

Pintura em dois tons

Parte interna

Tapeçaria em couro

Novo console

Ar-condicionado

Mecânica

Motor GM Vortec V6 injetado

Câmbio TH 350

Diferencial Dana

Suspensão a ar independente

na dianteira

Suspensão four link na traseira

Quem fez?

Hot & Customs.

Tel. (11) 2043-4152.

VEJA TAMBÉM: Aerowillys 1941: Belo.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA