Want create site? Find Free WordPress Themes and plugins.

Picape Ford com carroceria cinco janelas volta à Hot Rods com visual repaginado

Texto: Flávio Faria
Fotos: Ricardo Kruppa

Picape Ford

Os clássicos não envelhecem. Esta máxima pode ser aplicada a grande parte dos carros publicados em Hot Rods. Mas alguns, definitivamente, podem se gabar de ser verdadeiros xodós da revista, como Bonnie, picape Ford com carroceria feita sob medida, que há anos foi capa desta publicação. Ainda na garagem do piloto comercial Sergio Liebel, ela agora passou por uma repaginação no visual. E, para quem não viu, vale a pena lembrar o que esta “bandida” tem.

Em pedaços

Quando chegou às mãos de Sergio, sete anos atrás, esta picape nada mais era do que um amontoado de pedaços do que um dia fora um Ford da década de 1930. À época, o piloto comercial e também conhecido rodder de Curitiba trabalhava em outro projeto. Enquanto esperava que o chassi ficasse pronto para retomá-lo, decidiu dar vida às peças que estavam por ali e criar um modelo que reunisse todas as características que mais o atraíam nos Ford daquela época. “Depois de ter construído, ou participado, de vários projetos de Ford modelo A, decidi construir uma carroceria que fosse feita sob medida, com todas as qualidades que eu gostava em cada modelo”, comenta.  A carroceria é derivada de um modelo dos anos 30, de quatro portas, que foi encurtada, teve o teto rebaixado, além de ter sido redimensionada para se tornar uma picape de cabine estendida.

“Foi difícil decidir a proporção do tamanho da cabine e da caçamba, pois é muito fácil errar e perder a harmonia do estilo. O chassi também foi trabalhoso, pois mudamos a distância entre-eixos e eu queria que a caçamba ficasse assentada na estrutura do chassi”, explica Sergio. É fácil perceber que deu tudo certo. Os leigos que apenas batem o olho pensam se tratar de uma carroceria original. E este era justamente o objetivo.

Picape Ford
Picape Ford

Traje de gala

Após muito tempo com visual despojado, agora Bonnie está vestida para festa. A carroceria ganhou pintura com flames, clássica. Os antigos escapamentos verticais ao lado da caçamba foram encaminhados para a traseira, mas ainda cospem fogo, como é sua marca registrada. Grade, sistema de abertura de capô, fechaduras e espelhos foram importados. A coluna de direção e sistema de trincos internos são da Art Bilits. As rodas são de 15” na dianteira e 17” na traseira, montadas em pneus Kumho 195/65 na frente e largos modelos 325/60 atrás. A diferença de proporção de pneus e rodas dá um ar bem esportivo à picape, mas não tira seu ar clássico.

Picape Ford
Picape Ford

Avec elegance

Por dentro, Bonnie também mudou. A outrora espartana cabine agora copia o exterior, com flames no painel. Os bancos são em couro, feitos sob medida para o projeto. Sergio sempre decidiu incorporar o melhor nos seus projetos e não foi diferente com a instrumentação, da linha clássica da Auto Meter. O volante é da Billet Specialties, com o aro forrado em couro. A picapezinha conta com som moderno mas, para não perder o ar clássico do interior, o rodder decidiu deixar a unidade de áudio escondida.

Picape Ford
Picape Ford

American oldschool

Por baixo do capô, Bonnie mostra por que sempre vai ser uma das preferidas da Redação de Hot Rods. O propulsor Ford cai bem com a carroceria, da mesma montadora, e desloca 302 cm³. São 5.0 l de cilindrada e 200cv originais. Porém, Sergio investiu em boas “pimentas” para o sistema, tudo de pedigree. Comandos de válvulas, carburador quadrijet e cabeçotes são da norte-americana Edelbrock, mesma nacionalidade do distribuidor MSD. Com essas modificações e acertos, Bonnie despeja nas rodas traseiras brutais 430cv, suficientes para derreter rapidamente os pneus, algo que o Sergio quase nunca faz… Para aguentar a porrada do volante do motor, a caixa de câmbio é uma “parruda” C4, de três velocidades e acionamento automático.

Mesmo com torque absurdo, a picape não perde em estabilidade devido ao seu sistema de suspensão feito com modelo Superbell, de 4”, rebaixada na dianteira e four link na traseira, com amortecedores Aldam. O sistema de freios foi bem dimensionado, com assistência de discos na dianteira e tambor na traseira. “O projeto de Bonnie é um resumo de todos os trabalhos de que participei, usando cada característica que eu gosto em cada modelo e criando um hot único, construído especialmente para mim. É a prova que, com criatividade, qualquer carroceria pode ser trabalhada e transformada em um hot rod de personalidade”, resume Sergio, que trata a sua criação como “projeto de vida”. E não é essa a essência dos hots?

VEJA TAMBÉM: Modelos 1934: Filho de rodder, Pin-up é.

Did you find apk for android? You can find new Free Android Games and apps.

Veja Também

DEIXE UMA RESPOSTA